O que você faz com seu lixo?

Nas praias do Rio de Janeiro, são recolhidas cerca de 150 toneladas de lixo nas praias em uma semana, no período do verão. Uma parte desses resíduos – incluindo muitas garrafas de plástico – acaba indo para os oceanos. Confira nessa matéria do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Nessa semana a ONU realizada a Conferência sobre os Oceanos, para apoiar a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14: conservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, os mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável; acompanhe em http://nacoesunidas.org/tema/ods14 e #SaveOurOcean.

ONU Brasil

Engasgando com plástico. Até 2050 encontraremos mais plástico do que peixes nos oceanos

Oceano mar de plástico

Metade de todo plástico produzido no mundo é usado só uma vez e depois jogado fora. Isso é vergonhoso! Todo esse lixo acaba por sufocar os oceanos e a vida marinha.

Mas nossos governos podem frear essa avalanche de plástico: dentro de poucos dias seus representantes se encontrarão em uma conferência histórica para apresentar metas para limpar os oceanos. A pressão popular já conseguiu que a Indonésia, segundo maior poluidor do mundo, se comprometesse a reduzir 70% de todo o lixo plástico, mas agora é preciso fisgar os outros poluidores.

Se 1 milhão de nós assinarmos agora, o chefe do Programa da ONU para o Meio Ambiente irá apresentar nossa petição no plenário da conferência, trabalhando conosco para pressionar os países a banirem plásticos descartáveis. Vamos dar aos oceanos uma nova chance de respirar — adicione seu nome: Clique para salvar nossos oceanos!

Independente de onde vivemos, cada vez que respiramos nos conectamos com os oceanos. E isso porque eles geram a maioria de nosso oxigênio, regulam nosso clima e convertem a água em nuvens que nos proporcionam a chuva. Além disso, os oceanos abrigam quase 80% dos seres vivos da Terra. Nós dependemos dos oceanos para viver.

E, sem nossa ajuda, serão os oceanos que não sobreviverão.

A humanidade comprometeu a saúde dos oceanos e agora precisamos curá-los. A boa notícia é que mais da metade da poluição por plástico é causada por apenas cinco países. Portanto, se focarmos nossa pressão nos grandes poluidores, poderemos criar um ambiente marinho livre de lixo plástico. O que falta é vontade, e é aí que entramos.

Vamos nos unir globalmente e exigir que nossos governos parem de sufocar os oceanos. Quando chegarmos a 1 milhão de assinaturas, a Avaaz fará ações direcionadas aos maiores poluidores para pressioná-los a agirem rápido. Clique para salvar nossos oceanos!

Nossa comunidade lutou bravamente para proteger magníficas florestas e vastas áreas dos oceanos. Agora o tempo está se esgotando. Precisamos acabar com a poluição de plásticos antes que ela acabe conosco.

Com esperança e determinação, Dalia, Lisa, Alice, Carol, Danny e toda a equipe da Avaaz.

Mais informações

24 horas para salvar nossos oceanos

24 horas para salvar nossos oceanosEm 24 horas, a Austrália poderá salvar um milhão de quilômetros quadrados de oceano para sempre, criando a maior reserva marinha do mundo e preservando milhares de espécies delicadas. No entanto, é preciso um protesto global para que eles vençam a indústria da pesca e as empresas de mineração, prontas para destruírem o plano.

O governo australiano está realizando uma consulta pública, esperando receber um mandato e dar um grande passo rumo a um futuro sustentável para nossos oceanos e nosso planeta. Mas a reserva vai custar dinheiro e sem um apoio maciço imediato os interesses financeiros de curto prazo da indústria poderão vencer as nossas esperanças de um futuro seguro para os nossos mares.

Temos apenas 24 horas até que a consulta se encerre — clique para enviar sua contribuição à consulta agora, e depois encaminhe este email a todos:  http://www.avaaz.org/po/save_the_coral_sea_4/?vl.

Os dados são terríveis: em 36 anos, os peixes de nossos oceanos poderiam desaparecer completamente, e em 100 anos, todos os recifes de corais poderão estar mortos. Esta ação por si só não será suficiente para virar a maré, mas vai estabelecer a maior reserva marinha do mundo!

Impedir a destruição dos oceanos do mundo exigirá uma liderança política arrojada e cidadãos dedicados a agirem. O governo australiano poderia estar na vanguarda. Mas as empresas de pesca industrial querem uma rota marítima passando dentro da área para os seus navios de pesca de longo curso.

Podemos salvar a área de um milhão de quilômetros quadrados de oceano ao inundar a consulta com apelos de todo o mundo. Vamos abafar as vozes das empresas de pesca comercial e proteger os nossos oceanos para as futuras gerações. Clique no link abaixo para enviar uma mensagem urgente, em seguida, encaminhe para amigos e familiareshttp://www.avaaz.org/po/save_the_coral_sea_4/?vl.

Em 2010, membros da Avaaz ajudaram a criar a maior reserva marinha do mundo em torno das ilhas ChagosVamos criar uma reserva ainda maior dessa vez e lutar pelo futuro dos nossos oceanos!

Com esperança, Stephanie, David, Mia, Alice, Dalia, Diego, Antonia, Ricken e o resto da equipe da Avaaz.

Mais informações