SBB lança nova versão da Almeida Atualizada

sociedade bíblica do brasil

A comissão responsável pela Nova Almeida Atualizada teve em mente o mesmo propósito dos revisores que prepararam a Almeida Revista e Atualizada, no século passado: apresentar um texto clássico numa linguagem atual. Assim, foi mantido o princípio de tradução formal que caracteriza a Almeida. No entanto, como o objetivo é oferecer um texto de fácil compreensão, foi adotada a conhecida norma: “formal ou literal sempre que possível; dinâmico sempre que necessário”. O texto resultante corresponde à norma padrão do português que é escrito no Brasil hoje. A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a disseminar a Bíblia e, por meio dela, promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode ajudar a Causa da Bíblia. Quer saber mais sobre a Bíblia? Junte-se a nós em facebook.com/SBB.Brasil.

Leia a NAA17 agora

Anúncios

Hoje é o Dia Internacional da Bíblia. Vamos comemorar juntos! #BibleCelebration

Livro de Habacuque 2:14

Onde quer que você esteja ao meio-dia de hoje (em seu horário local), leia ou ouça passagens da Bíblia com seus amigos. Compartilhe os versículos que lhe incentivam ou inspiram em suas redes sociais e use a hashtag #BibleCelebration para ajudar seus amigos e seguidores a descobrirem este dia especial.

O que aconteceria se você desse uma Bíblia para alguém hoje? Acreditamos que a Palavra de Deus está viva e tem o poder de transformar vidas. Basta compartilhar http://app.bible.com/bibleday para doar quantas Bíblias você puder hoje.

A Palavra de Deus está com você

Dezenas de milhões de pessoas estão usando o App da Bíblia™ para tornar a Palavra de Deus parte de suas vidas. Baixe o aplicativo gratuito e acesse os seus marcadores, anotações e planos de leitura de qualquer lugar. Desfrute de centenas de versões, incluindo áudio, tudo em seu dispositivo móvel.

Obtenha a mais recente Bíblia em português do Brasil

Obtenha a mais recente Bíblia em português do Brasil

Graças à nossa generosa parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), temos a satisfação de anunciar que a tradução Nova Almeida Atualizada já está disponível no App da Bíblia e no site Bible.com. A Nova Almeida Atualizada é uma revisão da Almeida Revista e Atualizada (RA), uma das traduções mais lidas e queridas dos cristãos brasileiros.

O lançamento é um dos marcos do 2º Ano da Bíblia no Brasil, que será celebrado em 2018, juntamente com o 70º aniversário da SBB.

Embora a tradicional RA seja uma das mais populares traduções da Bíblia no Brasil, ela não era atualizada há 60 anos.1 O objetivo da SBB, com a Nova Almeida Atualizada, é oferecer uma experiência de leitura e compreensão da Bíblia que seja mais fácil para os leitores de hoje, mas ainda mantendo a integridade, a riqueza e a distinta “sonoridade do texto de Almeida”.

Realizada com o apoio das igrejas cristãs, o resultado desse trabalho é um legado para as novas gerações, para que elas tenham o texto clássico de Almeida de uma forma compreensível, sem terem que recorrer ao dicionário.

A Nova Almeida Atualizada tem linguagem atualizada sem abrir mão do vocabulário e sintaxe eruditos, riqueza de estilos literários, além de legibilidade e sonoridade. Todos esses predicados, tão apreciados pelo leitor de Almeida, continuam presentes na Nova Almeida Atualizada.

Fiel aos textos originais, foi baseada nas edições mais recentes dos textos bíblicos nas línguas originais (hebraico, aramaico e grego). O texto da Nova Almeida Atualizada é ideal para uso na igreja, para ler em voz alta, bem como para leitura, memorização e estudo pessoal.

Leia a NAA17 agora

Quem sou eu em Cristo?

Eu fui comprado

De acordo com 2 Coríntios 5:17: “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; {criatura; ou criação} as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”. Há duas palavras gregas que são traduzidas “nova” na Bíblia. A primeira, neos, refere-se a algo que acabou de ser feito, mas há muitos outros em existência exatamente iguais. A palavra traduzida nova nesse versículo é a palavra kainos, a qual significa algo que acabou de ser criado e que não existe nada igual. Em Cristo, somos uma criatura completamente nova, assim como Deus criou os céus e a terra originalmente – Ele os criou do nada, e assim o faz conosco. Ele não simplesmente purifica o nosso velho ser; Ele cria um ser completamente novo, o qual passa a fazer parte de Cristo. Quando estamos em Cristo, somos “co-participantes da natureza divina” (2 Pedro 1:4). Deus, na pessoa do Seu Espírito Santo, passa a habitar em nossos corações. Estamos em Cristo e Ele em nós.

Quando estamos em Cristo e Ele em nós, somos regenerados, renovados e nascidos de novo, e essa nova criação se focaliza no espiritual, enquanto que a velha natureza se focaliza no carnal. A nova natureza está em comunhão com Deus, obediente à Sua vontade e dedicada ao Seu serviço. Essas são coisas que a velha natureza é incapaz de fazer ou de desejar fazer. A velha natureza é morta às coisas do Espírito e não pode se renovar. Na velha natureza, somos “mortos nos delitos e pecados” (Efésios 2:1), e ela só pode se tornar viva através de uma ressuscitação supernatural que acontece quando vimos a Cristo e somos habitados por Ele. Ele nos dá uma natureza nova e santa e uma vida incorruptível. Nossa velha vida, anteriormente morta para Deus por causa do pecado, está enterrada, e somos ressuscitados para que “andemos nós em novidade de vida” com Ele (Romanos 6:4).

Em Cristo, somos unidos a Ele e não mais escravos ao pecado (Romanos 6:5-6); somos vivos em Cristo (Efésios 2:5); conformados à Sua imagem (Romanos 8:29); livres da condenação e andamos não segundo a carne, mas segundo o Espírito (Romanos 8:1), somos também parte do corpo de Cristo com outros crentes (Romanos 12:5). O crente agora possui um novo coração (Ezequiel 11:19) e tem sido abençoado “com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo”(Efésios 1:3).

Podemos nos perguntar por que tão frequentemente não andamos da maneira que acabamos de descrever, apesar de termos entregado nossas vidas a Cristo e de termos certeza da salvação. Isso é porque nossas novas naturezas estão habitando nos velhos corpos carnais e eles estão em guerra um com o outro. A velha natureza está morta, mas a nova natureza ainda tem que batalhar com a velha “tenda” onde habita. O mal e o pecado ainda estão presentes, mas o crente agora os enxerga de uma nova perspectiva, e eles não mais o controla como antes. Em Cristo, podemos agora resistir o pecado, enquanto que a velha natureza não podia fazer isso. Agora temos a escolha de alimentar a nova natureza através da Palavra, oração e obediência, ou de alimentar a carne quando negligenciamos essas coisas e praticamos o pecado.

Quando estamos em Cristo, “somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou” (Romanos 8:37) e podemos nos regozijar em nosso Salvador, o qual torna todas as coisas possíveis! Em Cristo somos amados, perdoados e temos a promessa de salvação. Em Cristo somos adotados, justificados, redimidos, reconciliados e escolhidos. Em Cristo somos vitoriosos, somos cheios de alegria e paz, e temos o verdadeiro sentido para a vida. Que maravilhoso Salvador é Cristo!

Got Questions
Questões Bíblicas Respondidas

O amor fala mais alto

Baleia Azul? Que babaquice é isso?

Baleia Azul

Muitos podem estar se perguntando: o que é isso? Do que se trata? E acredito que poucos sabem que esse “Baleia Azul” é um jogo mortal e criminoso. Criado por um grupo conhecido como “#F57” oriundo da Rússia, suspeito de ter induzido mais de 130 adolescentes a cometerem suicídio desde 2015, o Baleia Azul chegou recentemente ao Brasil, e já há três casos recentes de suicídio atribuídos a esse jogo, em Minas Gerais, Mato Grosso e Paraíba.

O jogo começa com um convite para a página privada deste grupo “#F57” no Facebook, e nela um instrutor passa alguns desafios aos seus novos jogadores. No total, são propostos 50 desafios, tais como: escrever com uma faca a sigla #F57 na palma da mão, cortar o próprio lábio, desenhar uma baleia em seu corpo com uma faca, até chegar ao desafio final, que ordena tirar a própria vida.

Confesso que não fiquei surpreso com a notícia da existência de um jogo como esse, pois num mundo onde o mal habita, devemos esperar de tudo. Mas os comentários que li e ouvi a respeito do jogo me deixaram bastante triste. Muitos comentários do tipo: “Só um idiota pra participar de um jogo assim!”; “quem vai jogar pra tirar a própria vida?”; “jogo de babaca”.

Comentários assim, demonstram a falta de conhecimento de muitas pessoas sobre um grave problema existente em nossa sociedade: “o alto índice de depressão e suicídio na adolescência”. Revela que as pessoas estão alheias ou ignoram as estatísticas sobre essa questão. Notícias como essas: “Suicídio já mata mais jovens que o HIV em todo mundo”; “Taxa de suicídio entre jovens cresce 30% em 25 anos no Brasil”; “O suicídio agora é o que mais mata adolescentes no mundo”; deveria ser do conhecimento de todos os pais de crianças e adolescentes.

Geralmente, os adultos têm a mania de menosprezar os problemas vividos pelos adolescentes. Já ouvi pais dizerem assim: “Ele não tem motivo para estar depressivo, não é ele quem paga as contas, não tem meta para bater, só tem que estudar”. Quando agimos assim, ignoramos os desafios da adolescência. Vistos sob a perspectiva de um adulto, esses problemas parecem mesmo insignificantes, entretanto, para um adolescente, pode ser algo extremamente aterrorizador. Precisamos compreender que estão entrando em uma fase totalmente nova, desconhecida e cheia de incertezas. Sentem medo, insegurança, rejeição, desconfiança, entre outros sentimentos, e não conseguem se encontrar. Ao invés de receberem ajuda dos adultos, acabam recebendo críticas e sermões desprovidos de sabedoria. Muitos acabam cometendo o suicídio por não suportar mais a dor causada pela depressão, pela angústia e pela falta de esperança. Quando chegam ao suicídio, não estão pensando em acabar com a vida, mas sim em acabar com a dor. São nesses momentos que desafios como o da Baleia Azul são aceitos. Para nós, pode até ser um desafio idiota e sem sentido. Mas para quem já perdeu o sentido da vida e quer acabar com o sofrimento da alma, esse pode ser um último desafio.

Precisamos ser sensíveis às necessidades e desafios dos nossos filhos. Seja pai, mas não deixe de ser amigo. Abra a possibilidade para o diálogo. Procure entender o que eles têm a dizer, antes de falar alguma coisa. Não menospreze o sofrimento. Não pense que seu filho está imune a essa realidade. Se você fechar os olhos, que seja para orar, pedindo a Deus que os proteja desse mal, mas não para o perigo que eles estão correndo. Lembre-se do que o apóstolo Pedro escreveu: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge, procurando alguém para devorar” (1Pe 5:8). Não vamos permitir que ele devore nossos adolescentes!

Por Rev. Rogério Bernardes da Mota
Fonte: Boletim – Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia – Ano XXI – Nº 17
Extraído do blog Bereianos

Ele ressuscitou!

João 11-25

mas ele não está aqui; já foi ressuscitado, como tinha dito. Venham ver o lugar onde ele foi posto.
Mateus 28.6

Celebre conosco e ajude a disseminar as Boas-Novas: Ele ressuscitou!

É hoje o dia! Finalmente chegou o Domingo de Páscoa, o dia em que os seguidores de Cristo em todo o mundo celebram sua ressurreição. O Filho de Deus que caminhou entre nós como o Filho de um homem estava morto, mas agora ele vive novamente! A Bíblia diz que Jesus nos tornou sagrados sacrificando-se: um sacrifício para a eternidade
Hebreus 10.5-14

Minha primeira pregação – Para aqueles que sofrem perseguições

Apóstolo Paulo e Timóteo

O dia 9 de setembro entrou para a minha história. Esse foi o dia em que fiz a minha primeira pregação no templo do meu Senhor. O evento aconteceu durante o círculo de oração dos irmãos da igreja Santuário da Família de Ilhota e falei sobre uma das carta de Paulo ao amado irmão Timóteo. A pregação que você irá ler é sobre II Tímóteo 3: 10-17. Boa leitura e que Deus, em sua infinita sabedoria, te abençoe poderosamente.

Para aqueles que sofrem perseguições

Tu, porém, tens observado a minha doutrina, procedimento, intenção, fé, longanimidade, amor, perseverança, as minhas perseguições e aflições, quais as que sofri em Antioquia, em Icônio, em Listra; quantas perseguições suportei! e de todas o Senhor me livrou. E na verdade todos os que querem viver piamente em Cristo Jesus padecerão perseguições. Mas os homens maus e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados. Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus. Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra.
2 Timóteo 3:10-17

Quem era Timóteo?

Perguntar por Timóteo é querer conhecer aquele que é considerado o destinatário de duas Cartas Paulinas: 1 e 2 Carta a Timóteo. O conhecimento Bíblico de Timóteo veio pelo ensino da sua mãe Eunice e sua avó, Loide, que são conhecidas pela piedade e fé o que é um indicativo que tenham sido cristãs convertidas por Paulo. Paulo não poupou elogios a Timóteo por seu conhecimento das Escrituras.

Na 1ª carta a Timóteo, Paulo diz: “a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor” (I Timóteo 1:2).

Timóteo escolheu um ótimo guia espiritual. Paulo o considerava como um filho. Na adolescência, ele conheceu o evangelho de Paulo e a este evangelho seguiu por toda a vida. Timóteo escolheu a melhor parte. Paulo conhecia profundamente a religião judaica, estudou o judaísmo em Jerusalém na escola de Gamaliel, mas principalmente, era um apóstolo de Jesus Cristo. Paulo preparou a Timóteo para fazer uma grande obra, sendo conhecido como evangelista, mestre e pastor.

A reputação de Timóteo ultrapassava a sua cidade (Atos 16,2). Ele era estimado em Listra e também os moradores de Icônio reconheciam sua fé e davam bom testemunho dele.

Ao retornar a Listra durante sua segunda viagem, Paulo ouviu falar do bom testemunho dos irmãos sobre Timóteo resolve levá-lo consigo para o trabalho da pregação do evangelho. (Atos 16,2-3). Timóteo torna-se missionário deixa sua cidade e segue Paulo (Atos 16,3). Companheiro de Paulo ele ajudou a anunciar o evangelho até os confins da terra.

Timóteo, enviado por Paulo a Coríntio, Filipos e Tessalônica para a obra de evangelização nessas comunidades por ele organizado. Nestas Igrejas a evangelização deveria continuar. Então, o pupilo de Paulo atuou como líder da igreja em Éfeso e ajudou os anciãos na evangelização e na solidificação da fé.

Timóteo nunca esmoreceu em sua fé mantendo firme na confissão de Jesus Cristo mesmo na prisão (Hebreus 13,23).

A vida missionária de Timóteo é um exemplo para nós. Ele é um modelo que declara que aquele que é forte em sua fé pode ser usado nas mãos de Deus. Timóteo já na sua adolescência começou seu ministério de evangelização. Ele nos diz que não devemos deixar para amanhã esta tarefa. O tempo é hoje.

O livro da segunda carta a Timóteo

O autor é o próprio aposto Paulo. Foi escrito em aproximadamente 67 dC, pouco antes do apóstolo Paulo ser condenado à morte. A epístola tem um versículos-chave: “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação” (2 Timóteo 1:7).

Propósito
Aprisionado em Roma mais uma vez, o apóstolo Paulo se sentiu sozinho e abandonado. Paulo percebeu que a sua vida terrena provavelmente estaria em breve chegando ao fim. O livro de 2 Timóteo é essencialmente as “últimas palavras” de Paulo. Paulo olhou além da sua própria situação para expressar preocupação com as igrejas e especificamente com Timóteo. Paulo queria usar suas últimas palavras para encorajar Timóteo, e todos os outros crentes, a perseverar na fé (2 Timóteo 3:14) e proclamar o evangelho de Jesus Cristo (2 Timóteo 4:2).

Em 2 Timóteo 3:16-17 todo entender que: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”.

Complementando, 2 Timóteo 4:2: “…prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina”.

Por fim, os versículos de 2 Timóteo 4:7-8, observamos um dos mais importante argumentos do apóstolo. “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda”.

Em resumo
Paulo encoraja Timóteo a permanecer apaixonado por Cristo e a permanecer firme na sã doutrina (2 Timóteo 1:1-2, 13-14). Paulo relembra Timóteo a evitar as crenças e práticas ímpias e a fugir de qualquer coisa imoral (2 Timóteo 2:14-26). No fim dos tempos haverá intensa perseguição e apostasia da fé cristã (2 Timóteo 3:1-17). Paulo encerra com um apelo intenso para que os crentes permaneçam firmes na fé e terminem a corrida forte (2 Timóteo 4:1-8).

Conexões
Paulo estava tão preocupado em advertir Timóteo e aqueles que ele pastoreava dos perigos dos falsos mestres que acabou invocando a história dos magos egípcios que se opuseram a Moisés (Êxodo 7:11, 22; 8:7, 18, 19; 9:11). Embora seus nomes não sejam mencionados no Antigo Testamento, a tradição diz que esses homens promoveram a construção do bezerro de ouro e foram mortos com o resto dos idólatras (Êxodo 32). Paulo prevê o mesmo destino para aqueles que resistem à verdade de Cristo, sua insensatez eventualmente “será a todos evidente” (2 Timóteo 3:9).

Aplicação prática
É fácil desviar-se da vida cristã. Temos que manter nossos olhos firmes no prêmio — ser recompensado no céu por Jesus Cristo (2 Timóteo 4:8). Devemos nos esforçar para evitar tanto a falsa doutrina quanto as práticas ímpias. Isso só pode ser realizado quando nos firmamos em nosso conhecimento da Palavra de Deus e recusamos aceitar qualquer coisa que não seja bíblica.

Como o apóstolo Paulo morreu
O Apostolo Paulo foi uma das pessoas mais importantes da Igreja. A Bíblia não narra a morte de Paulo. Há um livro que narra as suas aventuras para levar o Evangelho até os limites do mundo conhecido, que é “A vida nos tempos do Apostolo Paulo” e acredita-se que ele tenha levado o Evangelho até a Espanha.

De acordo com alguns historiadores acredita-se que o apóstolo tenha morrido decaptado, por um golpe de espada atendendo a um decreto de Nero, o qual acusava os cristãos de terem incendiado Roma, não assumindo sua própria autoria. Nero mandou incendiar um bairro romano para que, ao visualizar a cena, pudesse se inspirar e escrever um poema épico.

Mas as coisas sairão erradas e o incêndio destruiu 10 das 14 zonas da cidade. Devido a irresponsabilidade de seus atos, Nero precisa de um bode expiatório e o povo preferido era os cristãos. Não se sabe o porque Nero creditou o incêndio aos cristão, mas a crueldade com a qual os cristãos passaram a ser tratados é impressionante.

Juntamente com Paulo, Pedro também foi condendado no mesmo decreto e executado na mesma data e hora, porém este por crucificação de ponta-cabeça. Devido a sua cidadania romana, Paulo acaba tendo um tratamento mais “humano” do que Pedro.

Mas se enganam quem acredita que os seus lábios se fecharam para sempre. Suas palavras e histórias falam até hoje, nos inspirando a sermos como ele: Fiel até o fim!

A sexualidade humana é boa, mas, eticamente, precisa ser controlada

Sexualidade

Toda essa breve exposição se faz necessária para uma boa compreensão antropológica da sexualidade humana. Entretanto, convém ressaltar que, atualmente, vivemos uma abertura intensa ao erotismo. Talvez, por isso, um dos maiores problemas éticos em relação à sexualidade contemporânea seja a dissociação desta, dos valores da sexualidade sadia, em que convivem harmoniosamente o sexo, o eros e o amor. Observamos que, atualmente, a sexualidade ganhou em quantidade, mas, perdeu em qualidade, culminando com uma “hipergenitalização” (VIDAL, 1988, p. 531).

Não obstante, R. Guardini reconhece que há um problema de ordem na sexualidade humana. Esse problema reside nas relações sexuais em que, por um lado, buscamos a felicidade (entendida como prazer) individual; e, por outro lado, somos pressionados por uma exigência de índole sociológica, pedagógica e cultural (GUARDINI, 1999, p. 507).

Em contraposição, encontramos no matrimônio a forma básica das relações sexuais, que acontece por nossa iniciativa própria e tem um caráter objetivo: unir um homem a uma mulher a fim de que ambos possam gerar filhos (Gn 1.26), constituindo uma família (Gn 2.24), garantindo a subsistência da nossa sociedade. Por tudo isso, faz-se necessário reavaliarmos a nossa sexualidade de à luz da compreensão cristã, apesar de toda a complexidade, as influências e os conflitos entre a sexualidade humana e o cristianismo.

Para tanto, devemos observar que, do ponto de vista bíblico-judaico-cristão, a sexualidade foi libertada do domínio dos deuses. Ela é o nosso princípio humanizador. Ela nos permite o encontro e a abertura para o outro. Ela integra o amor humano ao mistério salvífico. E, revela a plenitude do amor conjugal e virginal (VIDAL, 1988, pp. 553-562).

N. L. Geisler afirma que, basicamente, a Bíblia diz três coisas a respeito do ato sexual, a saber: é bom, é poderoso e, por isso, precisa ser controlado. Ele entende que a natureza do sexo é boa porque depois que Deus criou macho e fêmea Ele disse que era muito bom (Gn 1.31). Sendo assim, o sexo como parte integrante da criatura criada por Deus é muito bom.

Outra alusão a bondade do sexo é que Deus abençoou Adão e Eva para que eles se multiplicassem por meio da relação sexual (Gn 1.28). Percebemos o poder multiplicador do sexo. Ele foi utilizado para encher a terra (Gn 1.28). Ele tem o poder de unir o homem à mulher (Gn 2.24), e propiciar a ambos o prazer conjugal (Pv 5.18). Justamente por tudo que foi exposto o sexo precisa ser controlado.

Biblicamente, o meio para se fazer isto é através do casamento: um homem para uma mulher (Gn 2.24).

Conquanto se reconheça que a poligamia era no mínimo permitida por Deus (Gn 4.19; 16.3; 26.34; 28.9; 29.28; Jz 8.30; e, outros), ela não fazia parte do seu propósito inicial, ou
seja, ela foi permitida, porém não havia sido planejada (Gn 2.18; 2.24; 4.23; Dt 17.17; 1Rs 11.1-3).

Comece 2017 com o novo hábito de ler a Bíblia

João 10:10B

E se você pudesse tornar a voz de Deus a mais ouvida em 2017? Nunca paramos de explorar novas formas para ajudar as pessoas se engajarem mais com a Palavra inspirada por Deus: a Bíblia.

Vozes lhe influenciam todos os dias: amigos e familiares, notícias e entretenimento, artigos de autoajuda, “truques de produtividade” e até os seu próprios pensamentos. E se você pudesse tornar a voz de Deus a mais ouvida em sua vida? A Bíblia é a Palavra inspirada de Deus para nós. Ela nos ensina o que é verdade, nos ajuda a ver coisas em nossas vidas com as quais sabemos que devemos lidar e nos dá poder para descobrirmos mais propósitos, mais satisfação. Jesus disse:

Mas eu vim para que as ovelhas tenham vida,
a vida completa

João 10.10b

Distrações constantemente concorrem por nossa atenção, tornando difícil encontrar lugares tranquilos em que seja possível a voz dele. E é por isso que fazemos o que fazemos. Nunca paramos de explorar novas formas que podem ajudar as pessoas se engajarem mais com a Palavra de Deus, pessoas como você. Uma coisa simples que você pode fazer imediatamente, que lhe ajudará a começar a se conectar mais constantemente com a Bíblia é ler a própria Bíblia.

Que Deus esteja contigo, meu irmão e irmã, todos os dias do ano e de sua vida.

2017

Bíblia De Jerusalém, a minha primeira bíblia de estudos

Bíblia de Jerusalém - Grande Encadernada

Hoje comprei a minha primeira bíblia de estudos, a Bíblia de Jerusalém – Grande Encadernada pelo Submarino, lugar onde compra as maiorias das coisas geek.

Bíblia de Jerusalém apresenta um texto com muitas revisões e novas opções textuais. Certos livros (Miquéias, Eclesiástico, por exemplo) foram substancialmente remodelados. No Antigo Testamento há considerável volta ao texto hebraico, deixando de lado versões preferidas anteriormente. Certos textos do Novo Testamento também trazem uma tradução inteiramente nova (cf. p. ex. Filipenses 2,6-11). Como consequência das novas opções de tradução do texto, as notas também foram modificadas, ampliadas ou substituídas.

O volume de notas aumentou consideravelmente. É visível a incorporação das novas pesquisas e estudos posteriores à edição do texto francês em 1973. As introduções apresentam novas opções que também estão refletidas nas notas. Isso se verifica principalmente na visão da formação do Pentateuco. O evangelho de João, por exemplo, mostra uma virada hermenêutica total, que se pode constatar tanto na introdução como nas notas. Vários livros e conjuntos literários receberam novas introduções, completamente diferentes das anteriores (Cântico, Sinóticos, João, Hebreus etc.).

Qual a melhor bíblia?

Bem… qual a melhor bíblia de estudos? Existem muitas bíblias de estudo e com excelentes rodapés, mas a melhor versão (segundo a opinião da colega Vanildo de Carvalho) é a bíblia de Jerusalém. É visível a incorporação das novas pesquisas e estudos posteriores à edição do texto francês em 1973. As introduções apresentam novas opções que também estão refletidas nas notas. Essas notas se diferenciam em relação às outras traduções que ajuda o leitor nas referências geográficas, históricas, literárias, etc.

Suas introduções, notas, referências marginais, mapas e cronologia , traduções de material elaborado pela Escola Bíblica de Jerusalém fazem dela uma ferramenta útil como livro de consulta, para quem precisa usar passagens bíblicas como referência literária ou de citações.

Portanto, trata-se de uma ferramenta indispensável para quem busca verdade nas escrituras sagradas. Meus professores e pastores em teologia já nos recomendaram a essa versão, publicado com o selo da Editora Paulus e estamos compartilhando a experiência.

 

A razão de entendermos o Evangelho

Atos 26:16

Não fomos conduzidos ao Reino de Deus por acaso, mas, sim, como parte do plano da redenção da humanidade idealizado por Ele. No entanto, para essa remissão se tornar realidade, temos de sair da religiosidade que oprime aqueles que se dão a ela e fazer o que mais agrada ao Senhor: praticar a Sua Palavra. Esse é o segredo que fará qualquer um vencer em todas as áreas. É preciso se libertar do que o homem diz e seguir somente as orientações do Onipotente.

Desde que Deus começou a chamar pessoas para cumprir o Seu propósito, como ocorreu com Abraão, Isaque e Jacó, Ele Se fez conhecer como o Todo-Poderoso. Isso quer dizer que precisamos agir como enviados dEle, sem temer as ameaças do homem ou dos demônios. Ora, quem trabalha para um Ser poderosíssimo em Seus feitos tem poder para falar e fazer tudo o que Ele ordena, ou sofrerá por ter sido desobediente.

A luta pela libertação do homem é muito mais séria do que um simples sermão apelativo, no qual as pessoas respondem levantando a mão, a fim de que o Senhor entre na vida delas e as salve. Toda vez que falarmos de Deus, devemos falar positivamente e de modo imperativo, lógico que com amor nas palavras (Cl 4.5,6). Porém, diante dos ataques do inimigo, temos de exercer a nossa autoridade em Cristo, paralisando e destruindo as obras do mal.

Paulo foi chamado para ser ministro e testemunha da grande obra que Deus já estava fazendo na humanidade. Esse mesmo convite pesa sobre os servos de Deus, ainda que não queiram. Nem todos são convocados para o ministério da igreja, mas, sem dúvida, todos são convidados para serem ministros de um Novo Testamento. Não importa a função que você tenha na vida secular; como salvo, você é ministro e testemunha de Jesus.

A nossa chamada é para uma guerra declarada contra as forças das trevas, na qual o único meio de nos salvarmos é lutando contra os principados, as potestades, os príncipes das trevas deste século e as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais (Ef 6.12). Não há como um salvo se excluir dessa obrigação. Os que não se preparam para cumprir essa ordem descobrirão que a desobediência impede suas orações de serem atendidas.

Nessa luta não existe lugar para covardes, que temem as ameaças do reino das trevas. Ao sermos salvos, fomos revestidos da autoridade do Nome de Jesus (Mc 16.18). A tribo de Efraim recebeu uma repreensão de Deus, pois, apesar de ter sido armada para a batalha, na hora exata, recuou (Sl 78.9). Jamais descreia do que a Bíblia diz a seu respeito e, quando você tiver a oportunidade de usar a autoridade do Nome do Senhor, honre o Todo-Poderoso.

Não podemos ter pecados não confessados a Deus nem à pessoa contra quem fizemos o mal. Cuidado! O diabo o encherá de vergonha e de outras razões, para você não se confessar a quem defraudou ou desonrou e, assim, vá ao julgamento no último Dia.

Oração do dia

Pai! Queremos cumprir o Teu plano, livrando-nos dos erros do passado, cometidos consciente ou inconscientemente. Por isso, estamos diante de Ti. A Tua Palavra garante que, se confessarmos os nossos pecados, seremos perdoados. Então, com fé, fazemos isso agora.

Precisamos ser ministros e testemunhas do que podes fazer pelos outros e por nós também. Obrigado por Jesus ter derramado o sangue dEle e providenciado o meio de escarparmos da condenação. Cremos na obra do Teu Filho em nosso favor.

Agora, Senhor! Levantamo-nos pela fé para assumirmos a missão confiada a nós. Esperamos mais revelações Tuas, a fim de cumprirmos o Teu maravilhoso plano. Obrigado por nos fazeres parte da Tua obra redentora.

Em Cristo, com amor,
R. R. Soares

Hoje é o Dia Internacional da Bíblia

Habacuque 2:14

Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar
Habacuque 2:14

Hoje é 14 de novembro, o Dia Internacional da Bíblia. Onde quer que você esteja ao meio-dia de hoje (em seu horário local), leia ou ouça passagens da Bíblia com seus amigos. Compartilhe os versículos que lhe incentivam ou inspiram em suas redes sociais e use a hashtag #BibleCelebration para ajudar seus amigos e seguidores a descobrirem este dia especial.

Celebração da Bíblia em público ou online está prevista para segunda-feira, 14 novembro, em torno do globo

A leitura da Bíblia

Tenha um Salmo favorita? Ou, uma passagem especial que tenha ajudado a atravessar tempos difíceis? Quer compartilhar com o mundo o quanto a Bíblia significa em sua vida? Ou pedir-lhe para abençoar sua nação?

Nesta segunda-feira, 14 de novembro, ao meio-dia, horário local, em público on-line ou pessoas de todas as idades estão a ser convidados a participar no Dia Internacional da Bíblia, tomando pausa de alguns minutos para ler ou mesmo cantar a escritura ou de outra forma criativa expressar seu amor de The Good Book.

O evento está sendo promovido pela The National Bible Association. Organizações como a The American Bible Society, YouVersion, Bible Gateway, Scripture Union, e Bibles for the World irão incentivar a participação nas suas próprias comunidades.

“Estamos muito entusiasmados com a recepção para o lançamento do Dia Internacional da Bíblia até agora e estão encorajando todos, de grupos religiosos para artistas, bem como negócios, esportes, líderes comunitários e religiosos para participar e compartilhar seu apreço através das mídias sociais ou em público ao meio-dia em seus fusos horários locais “, disse Richard Glickstein, presidente da The National Bible Association. “Honrando a Palavra de Deus e pedir que Ele abençoe nossas nações e trazer a paz para o mundo é particularmente oportuno neste período de grande turbulência”, acrescentou.

Glickstein disse um poderia simplesmente ler uma passagem favorita com a família, amigos, colegas de trabalho e colegas de escola, mas a participação pode ir além de apenas leitura da Bíblia. Ele sugeriu chegando com algo criativo, como invadir um flash mob, cantando e dançando Escritura, pintura ou desenho uma imagem com algumas linhas de verso, ou capturar as criações de Deus em fotos, selfies incluído, e compartilhá-los juntamente com uma amada Salmo.

Alguns grupos já estão planejando para a fita suas atividades com antecedência, para compartilhar na mídia social ao meio-dia em seus fusos horários locais neste dia 14 de novembro.

Use o #BibleCelebration hashtag para postar comentários on-line, vídeos, fotos e expressões criativas.

Sobre a Associação Nacional Bíblia

A The National Bible Association, com sede em Nova York, é uma associação sem fins lucrativos, educacional de líderes empresariais que operam na praça pública. Desde 1940, a Associação tem-se centrado exclusivamente na promoção da leitura da Bíblia em todos os setores da sociedade, independentemente de distinção religiosa ou política. Para mais informações, visite nationalbible.org.

Um reflexão sobre a sogra de Pedro

A sogra de Pedro - Imagem da cura da sogra de Pedro por Jesus em Cafarnaum, Galiléia

É difícil encontrar nos evangelhos algumas referências mais detalhadas sobre a sogra de Pedro, sua doença e cura realizada por Jesus, casa em que morava, sua cidade, etc. Mas os evangelhos nos fornecem poucas informações. Assim que ter a pretensão de fazer uma reflexão sobre esta personagem Bíblica entraríamos no mundo das hipóteses e criaríamos um texto longe da verdade e da realidade dos fatos.

Sobre muitos aspectos da vida de Pedro não encontramos nenhuma informação nos evangelhos. Há três realidades da vida de Pedro que as possui algumas curiosidade: o nome da sogra de Pedro, o número de filhos e aspectos de seu trabalho na cidade de Cafarnaum.

Os textos dos evangelhos afirmam estes dados de Pedro:

  • Sua sogra é mencionada nos Sinóticos (Mateus 8, Marcos 1 e Lucas 4).
  • Era pescador (Mateus 4,18).
  • Tinha morada em Cafarnaum.
  • Sua profissão era pescador, formava uma pequena empresa de pesca com seus irmão.
  • Foi chamado por Cristo, com o irmão André (Mateus 4,18-20).
  • Jesus se hospedou muitas vezes na casa de Pedro.
  • Pedro era um galileu, pois Cafarnaum, que fica às margens do Lago, é uma cidade da Galiléia.
  • Os evangelhos não falam de sua morte.
  • O nome de sua mulher, sogra e número de filhos?

Estas perguntas estão em aberto. Não há dados escritos para respondê-las. Não sabemos, além da informação sobre a sogra, nada sobre sua família: o nome da esposa se teve filhos e como se chamavam.

Fonte

Todas as vezes que você navegar na internet, lembre-se disso

Sinal Wi-Fi

Inter-NET ou rede interna, muitos têm sido apanhados por essa rede e se tornado uma presa do diabo. Já viu uma mosquinha se debatendo para se soltar da teia de aranha? Assim estão as pessoas, grudadas nas redes sociais, games e sites de todo tipo de sujeira, é o diabo arrastando muitos para o inferno online.

A verdade é que, com o avanço da tecnologia e informática, as pessoas dormem e acordam com o celular na mão.

A última coisa da noite é o celular.
A primeira coisa do dia é o celular.

O diabo sabe que não é onipresente, então, fica 24 horas online buscando suas presas.
O que não falta são aplicativos, grupos e ferramentas para lhe manter ocupado na internet, as iscas do mal são tentadoras. Não é errado usar a internet, celular, computador ou aplicativos. O que é errado é se tornar escravo deles.

Você tem protegido o seu computador contra os vírus, mas será que a sua alma tem sido infectada com vírus malignos? A internet tem levado muitos a tocarem no fruto da árvore da vida. O diabo disse: “Coma e você se tornará conhecedor do BEM e do MAL…” Quando se usa a internet de maneira responsável e, principalmente, com temor a Deus, essa rede não leva você para o inferno.

A fruta estava ali, à disposição deles, e eles tinham acesso àquela árvore, mas o temor a Deus não lhes permitia tocar. Ora, quem usa a internet sem temor a Deus está tocando no fruto proibido e vai perder o Paraíso, cedo ou tarde.

Como saber se a internet lhe faz bem ou mal? Analise o que você lê e ouve, os sites e blogs que você visita, os vídeos que assiste, os grupos e comunidades que participa, salas de bate-papo etc.

Se você se tornou aquela mosquinha presa na teia (internet), você precisa de libertação tal qual um viciado em drogas. Aqui vai a dica de como usar a internet:

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas
1 Coríntios 6.12