Aniquilados em quatro semanas


Presidente da Chechênia declara que vai aniquilar a população gay nas próximas quatro semanas

AvaazURGENTE: Presidente da Chechênia declara que vai aniquilar a população gay nas próximas quatro semanas. Ativistas na luta contra a repressão brutal aos gays na Chechênia precisam ainda mais de nossa ajuda, e rápido.

A rede de resistência local formada para lutar contras essas atrocidades não é párea aos agentes criminosos do governo que abordam “homossexuais em potencial” e os prendem em tenebrosos centros de detenção ilegais onde são torturados. Em alguns casos, eles são assassinados se não revelam os nomes de seus amigos e companheiros.

É assim que podemos salvar vidas: financiando abrigos, arrecadando recursos para tirar essas pessoas de lá e dando o apoio jurídico que precisam, além, é claro, de cobertura na imprensa e realizando campanhas contra essas leis terríveis. A cada dia que passa, mais pessoas estão sob a ameaça de serem presas — vamos mostrá-las que o mundo não vai ficar de braços cruzados observando sua aniquilação.

Mais de 1 milhão entre nós já pediu aos líderes russos para intervirem, e juntos conseguimos que chefes de Estado e a imprensa internacional levassem nossa mensagem diretamente ao Presidente Putin. Porém, investigadores encontraram outras quatro prisões secretas e a única esperança desses homens gays é que sejam salvos por pessoas que arrisquem a própria vida na tentativa de resgatá-los.

Podemos ajudar a potencializar este incrível trabalho, e rapidamente. Juntos, nós podemos:

  • financiar abrigos onde homens gays possam se esconder dos perseguidores;
  • providenciar carros e advogados para ajudá-los a fugir do país;
  • enviar jornalistas investigativos para expor os abusos e violência contra gays;
  • ajudar ativistas locais onde ataques deste tipo ocorrem a garantirem o direito básico de amar quem eles quiserem, e aumentar a pressão internacional contra governos repressivos.

E mais…

O que fazemos funciona. Quando ataques do gênero aconteceram na Uganda, a Avaaz conseguiu prover abrigos, treinamentos de segurança, apoio para as redes locais de resgate e advogou para derrubar uma lei brutal de pena de morte aos gays. O resultado: inúmeras vidas salvas.

Os ataques contra a comunidade gay acontecem em todo lugar, mas a resistência também está presente. Se arrecadarmos doações suficientes, podemos fazer do caso da Chechênia um marco global contra a homofobia e levar nossa luta para o Oriente Médio, África do Sul e outros lugares. Vamos mostrar à Chechênia e às comunidades gays em todas as partes do globo que o mundo não vai deixá-los serem silenciosamente massacrados.

A luta para garantir direitos homossexuais como um direito fundamental é antiga, mas ela é essencial para a humanidade — quase 10% da população humana vive circundada pelo medo! Essa é a nossa chance de substituir esse medo pela liberdade de amar livremente.

Com determinação e gratidão por essa incrível comunidade, Emma, Danny, Sarah, Spyro, Nataliya e todo a equipe da Avaaz.

P.S. Quando a Uganda tentou passar uma lei de pena de morte aos gays parecia algo sem saída, mas com nosso apoio, a resistência na Uganda triunfou. Apesar de ataques do governo a lei foi sepultada, o principal lobista religioso americano que promoveu tal lei foi levado perante à justiça, e nosso movimento se tornou uma força internacional na promoção aos direitos LGBT. Esse é o tipo de história triunfante que podemos contar juntos incansavelmente! Clique aqui.

Nota: A imagem representada nesta campanha é de outro local na Rússia onde a Rede LGBT Russa está lutando arduamente pelos direitos gays.

Mais informações

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s