Ser honesto é item de serie e não opcional


Honestidade

Compartilho em meu blog um artigo que foi publicado no Facebook de autoria do Gilberto de Souza. A postagem foi uma resposta a uma certa pessoal que me recuso a falar e compartilhar o linque. O texto abaixo é de extrema responsabilidade do autor, ao que me encaminho via e-mail. Meu objetivo com isso é apenas eternizar o debate, já que na rede social da moda é algo momentâneo. Vamos lá!

E quanto a trabalhar desde cedo também não foi unicamente prerrogativa sua. Sempre trabalhei e com certeza comecei bem mais cedo que você. Não comecei a trabalhar em escritório como hoje, carpi, fiz diversos serviços e trabalhei por 6 anos na fabrica de carrocerias Quintino, como muitas pessoas deste município. Quanto a completar o mandato ou não, o que muda na vida da pessoa? O fiz com um único intuito de ajudar os outros e você levou sorte de eu ter renunciado, pois com certeza você não teria feito o que fez na câmara de vereadores depois que se elegeu, inclusive deu porrada encima da mesa, coisa que com certeza você não iria fazer até porque você é prefeito somente depois do dia 31/12/2016. Por último, e não menos importante, pelo menos não, sou falacioso ao ponto do que você, o Betinho ex-prefeito e o Toninho Russi fizeram em uma gravação com mais de 46 minutos, onde falam quase que exclusivamente de mim, e a dita gravação, que está nas mão da promotora. Vocês terão que fazer as provas necessárias da conversa. Quanto ao seu mandato de vice-prefeito e candidato a prefeito derrotado (como diz você), tive participação sim nas duas eleições, inclusive quando você foi “derrotado”, foi eu quem levou seu filho para casa, peguei ele ali no morro da Igreja e o levei até sua casa, estava desatinado, mas sempre sou parceiro e sou fiel ao meus. Não fico pulando de galho em galho. Inclusive depois que você foi “derrotado”, talvez você se lembre da reunião que fizemos lá na associação dos servidores. Na oportunidade, assumi muitas coisas da campanha ainda. Talvez você tenha memória curta e já que talvez você não saiba, “mas não se mede o individuo pelos tombos ou “derrota” como queira e sim pelas vezes que ele se levanta, ou “vitória””.
Gilberto de Souza

É isso! Se não entendeu, participe ativamente da política e fique atentos aos debates nas mídias sociais.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s