A movimentação de CO2 pela atmosfera


CO2 pela atmosfera, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Simulação da Nasa mostra impressionante movimentação de CO2 pela atmosfera. Principal responsável pelo aquecimento global, o dióxido de carbono aparece principalmente sobre regiões do Hemisfério Norte.

365 dias se passam em apenas três minutos e dez segundos. Um ano das viagens do gás dióxido de carbono pela superfície terrestre sendo visualizados em poucos minutos. Esta é a simulação feita por um computador de ultra-alta resolução do Laboratório Espacial Goddard, da Agência Espacial Americana, a Nasa.

O modelo utilizado pelos cientistas produz um cenário impressionante de como o CO2 se movimenta pela Terra. Na imagem, o gás aparece em vermelho e em quando está em alta concentração, em púrpura.

Gás liberado em maior quantidade pelo homem e o principal responsável pelo aquecimento global, na simulação da Nasa o dióxido de carbono aparece principalmente sobre regiões do Hemisfério Norte. Com a ação dos ventos, plumas de CO2 formam redemoinhos e se dispersam pelo globo.

O vídeo mostra como durante a primavera e o verão no Hemisfério Norte, as plantas absorvem grandes quantidades do dióxido de carbono através do processo da fotossíntese (é quando as massas vermelhas ficam mais claras). Já no Hemisfério Sul, a simulação revela a liberação de monóxido de carbono, nocivo tanto para o meio ambiente quanto para os seres humanos. Queimadas na África, América do Sul – incluindo o Brasil – e Austrália contribuem para a emissão de monóxido de carbono na atmosfera.

O modelo GEOS-5 gerado pelo computador demonstra ainda como todos estes gases são levados pelo vento para as partes mais distantes do planeta. Quando o verão acaba e com ele diminui a ação da fotossíntese, cresce a concentração de CO2 na atmosfera. E a cada ano, cientistas notam o aumento deste volume.

Para criar a simulação, o programa recebe informações reais das condições atmosféricas e emissões de gases de efeito estufa. O computador mostra então o que seria o comportamento natural da atmosfera terrestre. O cenário deste vídeo reproduz o período de janeiro a dezembro de 2006.

Desde julho de 2014, a Nasa tem um satélite no espaço exclusivo para monitorar e estudar a presença do dióxido de carbono na atmosfera. Orbiting Carbon Observatory (OCO)-2 é a primeira missão da agência americana criada para este fim.

Publicado originalmente em Planeta Sustentável. NASA Goddard Space Flight Center’s Global Modeling and Assimilation Office. Chupado do portal Caros Amigos.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s