Cerca de quatro mil atendimentos foram feitos pela Farmácia Básica em setembro


Farmácia Básica distribui cerca de quatro mil atendimentos foram feitos pela Farmácia Básica em setembro

A Farmácia Básica do Centro de Ilhota realizou em setembro 2920 atendimentos. Já nas unidades de saúde foram 901. Somados, os profissionais de saúde receberam 3821 pessoas. Com mais de 200 tipos de remédios, a instituição ainda aceita doações. Todas as pessoas que tiverem medicamentos que não estão sendo utilizados em sua casa, devem trazê-lo até a farmácia. “Temos que evitar o desperdício. Muitos cidadãos podem estar precisando destes medicamentos que estão em casa, sem uso. Até mesmo se estiver com a data de validade vencida, é importante que as pessoas tragam até aqui para darmos o destino correto no lixo”, afirmou a farmacêutica Elizabeth Nunes.

Para obter medicamentos da Farmácia Básica é necessário: ser morador de Ilhota, ter Carteira de Saúde no município; ter receita médica ou odontológica, de preferência do SUS; se for medicação de uso contínuo, a receita tem validade para seis meses; a receita de medicamentos controlados tem validade para 30 dias; os antimicrobiano s(antibióticos) serão dispensados de acordo com a RDC 20/2011 e a receita tem validade para 10 dias.

A farmacêutica Elizabeth ressalta que as receitas médicas e odontológicas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) devem adotar, obrigatoriamente, a Denominação Comum Brasileira – DCB (ou seja, o nome genérico, da substância ativa), instituída pela Portaria nº 1.179, de 17 de junho de 1996 da ANVISA – ou, na sua falta, a Denominação Comum Internacional (DCI).

A receita deverá ser emitida em português compreensível e por  extenso, em letra legível, observada a nomenclatura e o sistema de pesos e medidas oficiais, além de conter: nome do paciente;do medicamento; posologia e quantidade a ser dispensada; nome do médico ou odontólogo com o respectivo carimbo contendo o número de registro no CRM-SC ou CRO-SC; endereço residencial do paciente; data e assinatura. “A dispensação deverá ser feita na quantidade determinada na receita. Se for medicamento de uso contínuo, será fornecido a quantidade para o período máximo de 30 dias, sendo a validade da receita a partir da data de prescrição. Será obrigatório, no ato da entrega do medicamento, anotar a quantidade de medicamento fornecida e datar e carimbar a receita”, explica Elizabeth.

A farmácia básica funciona anexa ao Posto de Saúde Central e fornece medicamentos gratuitamente à população, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Medicamentos controlados

Os medicamentos controlados (Portaria nº 344, de 12 de maio de 1998) só serão dispensados na Farmácia Básica com a presença da farmacêutica responsável. O fracionamento das cartelas está indicado sempre que for necessário o ajuste para a quantidade da receita. A receita para medicamentos contraceptivos terá validade máxima de um ano, conforme avaliação médica. Só será dispensado quantidade para 30 dias.

O fornecimento de preservativos não necessita de prescrição e seu acesso deve ser facilitado com a disponibilização direta nos balcões de recepção da Farmácia Básica e Postos de Saúde. A relação de medicamentos (REMUME) de Ilhota segue a Relação Nacional de Medicamentos(RENAME). A dispensação dos medicamentos segue o POP (Procedimentos Operacional Padrão), previsto no Plano Municipal de Assistência Farmacêutica de Ilhota.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s