Discovery Chanel exibe documentário sobre a tragédia de 2008 no morro do Baú


Epagri/Ciram no Discovery Channel

Neste domingo, 6 de fevereiro, o Discovery Channel exibe, às 21h, o documentário Águas Mortais, para o qual a Epagri/Ciram foi uma das fontes de informação. O documentário se propõe a rever as maiores enchentes ocorridas na América Latina, especialmente no Brasil, para entender o que as provoca. Também mostra como análises, pesquisa e tecnologia poderiam ajudar as populações a se prepararem para o inevitável.

No ano passado uma equipe de reportagem do Discovery esteve em Santa Catarina entrevistando uma série de autoridades para a produção do programa. O meteorologista Clóvis Corrêa, da equipe da Epagri/Ciram, falou sobre os fenômenos meteorológicos extremos que ocorrem no Estado e suas características.

Águas Mortais, dirigido por Rodrigo Astiz, é uma coproduções Mixer com o canal Discovery Channel América Latina. Para saber mais e ver o trailer do documentário assista ao vídeo acima.

Águas Mortais

Nos últimos anos, os registros de chuvas e inundações foram de destruição por todo o mundo. No caso da América Latina não foi diferente. Do nordeste do Brasil a Buenos Aires as catástrofes provocaram não só a perda de bilhões de dólares, mas também custou a vida de centenas de pessoas.

Aguas Mortais analisa em profundidade os eventos mais chocantes dos últimos anos no continente. Eles variam de chuvas incontroláveis, que matou dezenas na costa Sul do Brasilna véspera do ano novo em 2009, para as águas mortais que invadiu a Machu Picchu, deixando milhares de turistas retidos, e até mesmo “Catarina”, o primeiro furacão já visto sobre o Atlântico Sul, que causou mortes e pânico no estado brasileiro de Santa Catarina.

Os cientistas, engenheiros e especialistas em resgate analisam e revivem esses desastres. Eles nos ajudam a compreender as circunstâncias climáticas que criam chuvas mortais, os problemas urbanos e de saúde que causaram centenas de mortes e, finalmente, como salvar vidas, se acontecer novamente no futuro.

Do ponto de vista dos climatologistas, uma coisa é certo: essas catástrofes só irá aumentar em intensidade e frequência. É a marca de um planeta com um clima que está ficando mais quente e cada vez mais instável. É mediante as suas pesquisas sobre o futuro do clima que vamos entender como o que já foi uma chuva regular pode tornar-se um dilúvio mortal no futuro.

Fonte: Assessoria de comunicação da Epagri/Ciram e Rodrigo Astiz.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s