200 mil acessos!

Destacado

200 mil acessos, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ,

Comemoramos a marca dos 200 mil acessos do #blogdodcvitti de muita informação. Agradeço por sua visita. Muito obrigado! Somos hoje a maior mídia da cidade, uma rede social anticomercial e sem fins lucrativos.

Iniciamos nossos trabalhos em agosto de 2009 e recentemente, o #blogdodcvitti completou 7 anos desde que foi ao ar. Foram publicados até agora 3.332 post. Não tenho muitos acessos diários. Em média, chegamos a ter 200 visualizações com apenas 110 visitas. Não é muito, mas não nos importamos com isso. Minha maior satisfação é ter um lugar onde posso contribuir minha opinião numa plataforma limpa, sem aqueles banners chatos de propaganda e compartilhar as informações da mídia livre. Não vivo disso, pelo contrário, tenho gastos, mas deixo de lado, pois o meu blog é um dos meus prazer.

Hoje, essa é a minha principal plataforma. Estamos inseridos em muitas outras mídias sociais, mas destaco o e-mail do Gmail, WordPress, Twitter, Swarm, Tumblr e Facebook como as principais (nesta ordem).

Sou militante de alguns organismos sociais, voluntário, ciberativista como o Greenpeace, RSF, Avaaz, Anistia Internacional, ONU Brasil, além de entidades que prestam serviços de voluntariado como Força Voluntária SC, Planeta Voluntários, Portal do Voluntário e Voluntários em Ação e republicamos aqui no #blogdodcvitti os conteúdos que recebemos deles, para que possamos ampliar a mensagem e envolver o maior números de usuários nas causas sociais e políticas.

Usamos também a rede para divulgar o evangelho de Cristo e servir a Ele através dessa obra, pois tudo é dEle. Somente Jesus Cristo, Nosso Senhor é possível transformar e mudar as pessoas! Ele mudou a minha vida e aqui, testemunharemos as glórias que Deus faz em nossa vida.

Bem, concluímos mais essa felicidade, mais esse post. Não sou papagaio de pirata, mas o que leio, eu publico. Valeu galera! Vida longa a blogosfera e aos coletivos interconectados do verdadeiro conceito para a compreensão dos blogs.

Vamos para os 300K!

Ponte de Ilhota irá promover um aumento de 35% na economia da cidade

 

35% Ponte de Ilhota, Ponte de Ilhota, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Você sabia que com a inauguração da Ponte de Ilhota a economia da cidade poderá aumentar e girar em 35%? Sim! Essa informação foi apresentada pelo Keka Laureano quando entrevistado pelo Jornal Metas. Keka tem planos para isso. Já o Dida Oliveira disse que irá fazer pelo menos, uma vez por mês, aquele evento que aconteceu no início do mês, parecido com a tal da “Feirinha do Brás”, se não for igual e com festinha e tudo. Você sabe o que é isso ? A “Feira do Brás” é o terror da economia da cidade, que vem e leva todas as nossas riquezas.

Está gravado, com a voz dele na entrevista do mesmo jornal. Se ainda não ouviu, entra lá na página do Metas e dê um play e você irá ouvir. Abaixo desse post, disponibilizamos os vídeos das entrevistas dos dois candidatos postado no canal do youtube.

Então empresário e comerciante, pra quem você quer vender? Para a nossa cidade e consequentemente ver seu lucro aumentar com essa majestosa porcentagem ou não vender nada e ficar assistindo de sua vitrine o pessoal de São Paulo levar todo o seu lucro. Já pensou nisso? Em tempos de crise, 35% é muita coisa!

Essa leitura não favorece somente o empresariado, mas todo o comércio, desde o vendedor de cachorro-quente até os prestadores de serviço, até as pessoas, com a geração de emprego e aumento da renda.

Sobre esse contexto, tudo se planeja apenas para uma determinada classe varejista, o pessoal da lingerie e moda praia, e esquecem dos outros segmentos. Neste sentido é o quero dizer com esse postagem. Mas alguns pensam que sou um retrógrado em publicar minha opinião. Paciência, respeito a diversidade ideológica, mas não sou obrigado a concordar com tudo e faço as devidas moderações com os comentários, afinal, o perfil tem a minha assinatura prezo por minha reputação.

Aproveito para informar a todos que não sou filiado a nenhuma agremiação político-partidária, não estou em nenhuma coordenação de nenhum candidato. Sou um militante da esquerda e voto no Keka.

Pensa um pouquinho ai #champs, pensa com carinho… eu voto no Keka e Beto e peço o seu voto a eles!

#AvanteIlhota

Somos mais de 200 mil vozes unidas por uma política de segurança pública que respeite os direitos humanos

violação dos direitos humanos, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Na última semana, entregamos na Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro quase 210 mil assinaturas de pessoas de mais de 20 países que se posicionaram em defesa dos direitos humanos ao assinarem a petição “Rio 2016: A violência não faz parte desse jogo!”.

Nas próximas semanas, faremos a entrega também ao Comitê Olímpico Internacional. Fazemos questão de te manter a par das respostas e resultados da nossa mobilização, e informaremos por e-mail sempre que tivermos novidades. Afinal, sem a sua participação, essa campanha teria bem menos força.

Também na última semana, lançamos o balanço “Legado de Violência: homicídios pela polícia e repressão a protestos na Olimpíada Rio 2016”, onde estão detalhadas as violações de direitos humanos no campo da segurança pública durante a realização dos jogos #Rio2016.

Promessas não cumpridas

Embora o dossiê de candidatura da Rio 2016 prometesse uma cidade segura para todas e todos, o que vimos na prática foi o oposto: a lógica da guerra que orienta a política de segurança pública no estado resultou em repetidas violações de direitos humanos, tanto na repressão aos protestos quanto no aumento dos homicídios em operações policiais antes e durante o evento esportivo em si.

Representantes do Comando Geral da Polícia Militar do RJ afirmaram que os números iniciais consolidados pela polícia indicam 12 pessoas mortas como resultado de operações policiais na cidade do Rio entre 5 e 21 de agosto, e outras 44 pessoas mortas em eventos onde as forças de segurança não estavam envolvidas.

A PM do estado do Rio de Janeiro também relatou à organização que, durante os Jogos Olímpicos, esteve envolvida em 217 confrontos (tiroteios) durante operações de segurança no estado do Rio. As operações de segurança com o uso excessivo de armamentos pesados também colocam agentes policiais em risco. Pelo menos dois policiais foram mortos em serviço na cidade nos primeiros dez dias da realização dos jogos.

A maior lição que podemos tirar da realização da Rio 2016 é que este modelo de megaevento realizado às custas de violações direitos humanos não é aceitável ou bem-vindo em cidade alguma do mundo. Não faz sentido promover medidas que beneficiem apenas uma parcela da população, enquanto cidadãos e cidadãs da mesma cidade sofrem com os impactos cruéis da realização dos jogos.

Seguimos, esta mobilização não pode parar.

Com esperança, sempre,

Jandira Queiroz
Assessora de Ativismo e Mobilização
Anistia Internacional Brasil

Você se lembra em todos os candidatos a prefeito e vereador que você já votou? Eu me lembro!

Eleições, Voto, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Eu voto desde os meus 16 anos e no ano em que fiz o meu título de eleitor, em 1994, era eleições gerais para presidente e governador, e meu primeiro voto foi pro Lula. Aquela eleição foi em cédula de papel. Nunca votei em branco e nunca anulei meu voto. Aqueles que tem entendimento do processo político, não pode, jamais, jogar o voto fora.

Minha primeira eleição municipal foi em 1996, a última eleição manual. De lá pra cá, foram 5 eleições municipais em que eu depositei meu voto. Compartilho aqui, os candidatos em que escolhi nos pleitos ao longo dos anos e exerci minha obrigação do voto direto e democrático, com o nome, partido e número.

1996
Vereador: Keka Laureno | PMDB – 15615 (não foi eleito, ficou suplente)
Prefeito: Betinho | PDT – 12 (foi eleito)

2000
Vereador: Murilo Cordeiro | PT – 13123 (não foi eleito)
Prefeito: Rogério do PT | PT – 13 (não foi eleito)

2004
Vereador: Calinho | PT – 13713 (não foi eleito)
Prefeito: Ademar Felisky | PMDB – 15 (foi eleito)

2008
Vereador: Calinho | PMDB – 15615 (foi eleito)
Prefeito: Ademar Felisky | PMDB – 15 (foi eleito)

2012
Vereador: Calinho | PMDB – 15615 (não foi eleito, ficou suplente)
Prefeito: Dr. Lucas | PMDB – 15 (não foi eleito)

Em 2016, será a minha sexta eleição e já sei em quem votar. Não estou mais indeciso e votarei novamente em dois candidatos em que já depositei o meu voto, mas com os cargos alternados. 20 anos depois, votarei para o Keka Laureano, mas agora para prefeito. Ao cargo de vereador, depois de 16 anos, irei votar no amigo e irmão, companheiro de muitas lutas Rogério Flor de Souza que uma vez votei para prefeito.

Compartilhe sua opinião e nos diga nos comentários em quem você votou. Abraços!

Os views das entrevistas com os candidatos a prefeito de Ilhota superam as expectativas

Jornal Metas, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ, Dida Oliveira, Keka Laureano

Nunca contestei pesquisas, concordo com esse tipo de serviço, mas a divulgação de resultados, sim! Muitas vezes, a publicação das opiniões de intensão de votos num determinado candidato durante o período eleitoral, serve muitas vezes para estimular a militância e dar confiança aos seus cabos eleitorais.

Nesta ótica, desconfio muito da pesquisa publicada no final de semana no Jornal DIARINHO. Me parece que essa tendência em pesquisa é muito tendenciosa. Por que desconfio? Há na cidade uma grande massa que não sabe em quem votar, muitos indecisos e isso é fato! Mas não é somente esse o meu argumento. Tenho outro. Vamos lá!

O candidato Dida Oliveira foi entrevistado pelo Jornal Metas em 16/9 e seu vídeo, postado na fanpage do jornal, foi visualizado (até esse post) 1.580 vezes. Quatro dias depois, o entrevistado foi o candidato Keka Laureano, e o vídeo foi levantado na tarde do dia 20/9, e já foi visualizado 1.800 vezes. Quanta diferença, Batman!

Portanto, quais os números verdadeiros? Quem está falando a verdade? Diante deste argumento, posso afirmar que o Keka esteja na frente ou um empate técnico, algo mais provável. O vídeo do candidato da coligação #CompromissoComOFuturo deveria estar com uma larga vantagem em views contra o da coligação #AvanteIlhota, não é? Pela porcentagem dos números da pesquisa, o vídeo do Dida deveria ter uns 5 mil views contra uns míseros 500 do Keka. Mas não é isso o que os estamos vendo. Infelizmente, não dá pra manipular esses números e se há alguma dúvida, acessa lá a página do tabloide e tire a prova real. Já o resultado da pesquisa, registrada no sob o registro SC-05907/2016… sei lá!

Sobre a interatividade dos vídeos na fanpage do jornal, no Facebook, os números são ainda surpreendentes. As curtidas dos vídeos até esse post é 46 do Keka contra 25 do Dida. O compartilhamento são 73 do Keka contra 40 do Dida. Ambos, as diferenças são quase o dobro. Só lembrando que a diferença na postagem é de 4 dias entre um vídeo para o outro. Sobre os números do comentários, ainda na página do jornal, o Dida tem só 5 manifestação contra 23 do Keka.

Já no Youtube, onde os vídeos também estão disponíveis, o Dida está na frente com 122 visualizações (com 6 joinhas positivas e duas negativas) contra 36 views do vídeo do Keka (com apenas 3 joinhas).

Provavelmente, a essa altura do campeonato, devem estar comentando nos seus fóruns fechados no WhatsApp de algum certo grupo, que essa minha leitura não tem fundamento, que sou um loco e esses números são uma farsas. Acredite no que quiser, a pesquisa encomendada pela galera do 15, não corresponde com a nossa realidade. Não tem problema em falar de mim, não estou desmerecendo a honra de ninguém, apenas, emitindo minha opinião.

Sobre o conteúdo, os argumentos dos candidatos na entrevista, mano… não tenho nem que comentar né! Uma diferença é entre a água e o vinho. O Dida só falou em “EU”, não citou o seu vice, não mostrou propriedade ao responder, não pediu voto e disse que iria fazer a Feria do Brás todo mês. Já o Keka, pediu o voto e disse que seu plano de governo foi construído ouvindo as pessoas.

É! Muita coisa estão por vim por ainda. Teremos uma grande surpresa no dia 2 de outubro. Posso estar enganado, mas mantenho meu posicionamento!

Abaixo, os famosos vídeos postados na página do Facebook do Jornal Metas.


Entrevista do candidato Keka Laureno da coligação #AvanteIlhota no Jornal Metas

Reproduzimos a entrevista em que o candidato Keka Laureno, da coligação #AvanteIlhota, concedeu no Jornal Metas no dia 20 Setembro 2016.

Alexandre Melo: Com a conclusão da ponte, o que o senhor pretende fazer para fomentar economicamente a ligação entre as duas margens?
Keka: A ponte foi um sonho da população ilhotense. A união das margens vai proporcionar uma melhora na economia do município, tanto que na margem esquerda nós tínhamos 35% da economia que era gasta em outro município e hoje com a ponte as pessoas vão ter livre acesso para vir comprar no comércio da margem direita, e já tem 35% da economia vindo para o município. Queremos também ver uma área para trazer empresas, uma área industrial nas margens da BR-470. Vamos indenizar, comprar alguns terrenos e ver o que será feito para atrair grandes empresas.

Giovani Ramos: O seu plano de governo pretende criar um centro de atenção à saúde da pessoa idosa e outro de atenção à saúde da mulher. De onde o candidato pretende tirar recursos?
Keka: Nosso plano de governo demorou a sair porque nós optamos em ouvir primeiro as pessoas. O centro de atenção que nós queremos fazer para os idosos é algo que foi pedido muito, porque antigamente havia encontros de dança em salões de igreja. Nós queremos criar um local para os idosos, onde eles possam estar se encontrando. Os nossos idosos precisam de muito carinho.

Alexandre Melo: Então não seria um centro de saúde, mas algo mais amplo?
Keka: Sim, seria um local onde nós faríamos um centro de eventos usado por toda a população, mas especificamente toda a semana pelos idosos, algo que eles estão pedindo muito.

Giovani Ramos: E a mulher?
Keka: A atenção a mulher nós já temos em nossos postos de saúde, temos programas como Outubro Rosa para gestantes. Nós queremos aperfeiçoar dentro do próprio posto de saúde, fazer com que a mulher seja mais ouvida e nós sejamos mais prestativos com elas.

Alexandre Melo: As escolas de Ilhota não possuem eleição direta para diretor? O senhor pretende implantar. Qual foi a razão?
Keka: Nós ouvimos as pessoas em todos os bairros e eles nos deram essa opinião – de fazer eleições diretas para as creches e para as escolas municipais. A gente achou a proposta muito interessante, então quem vai escolher realmente os diretores é a comunidade. Serão pessoas responsáveis, capacitadas, não importando a política, nós daremos a oportunidade para as pessoas escolherem os diretores de escolas.

Giovani Ramos: O senhor pretende implantar o transporte coletivo no município? Há demanda para isso na cidade?
Keka: Indo nos bairros, muitas pessoas nos falam do transporte. E nós nos comprometemos em buscar outras empresas para prestar o serviço. Por exemplo, o Braço do Baú, Boa Vista, bairros mais distantes do Centro, a população quer um transporte coletivo para vir ao Centro. Nós vamos buscar parcerias para implantar o transporte coletivo.

Alexandre Melo: O que é o Programa Escola Móvel para capacitação profissional nos bairros?
Keka: Na verdade essa foi uma ideia da Secretaria Municipal de Educação. Hoje as escolas têm cursos de qualificação profissional. A nossa proposta é levar esses cursos com a escola móvel para dar apoio às instituições.

Giovani Ramos: E sobre instituir o Orçamento Participativo, será como existe hoje em Gaspar?
Keka: O nosso plano de governo foi elaborado com as pessoas. Nós queremos fazer uma gestão voltada para elas. Nós vamos chegar nos bairros e ver quais são as prioridades. Os moradores vão decidir conosco se a prioridade é uma rua que precisa ser calçada, ampliação de uma creche. E nós vamos ver um recurso de 0,5%, talvez, para que a gente possa estar implantando o Orçamento Participativo.

Artigo extraído do portal da redação do Jornal Metas.

Entrevista do candidato Dida de Oliveira da coligação #CompromissoComOFuturo no Jornal Metas

Reproduzimos a entrevista em que o candidato Dida de Oliveira, da coligação #CompromissoComOFuturo, concedeu no Jornal Metas em 16 setembro 2016.

Alexandre Melo: Com a conclusão da ponte, o que o senhor pretende fazer para fomentar economicamente a ligação entre as duas margens?

Dida: As ações serão voltadas mais para as BRs, tanto a 470 quanto a Jorge Lacerda. Nós queremos fazer um centro para que as empresas se instalem. Em relação a outra margem, a da Jorge Lacerda, no nosso plano de governo está a revitalização de toda a rodovia. É um compromisso para que Ilhota possa, de fato, se desenvolver naquilo que ela tem de mais bonito que é o nosso comércio, da lingerie e da moda praia. Nós temos que aproveitar esse corredor que abriu com a ponte para o centro do município, para que possamos fazer com que Ilhota fique cada vez mais bonita.

Giovanni Ramos: O candidato fala em reunir todas as secretarias municipais no prédio da Prefeitura? A estrutura física lá é pequena, precisaria, entendo eu, ser ampliada. Essa é também a ideia do senhor?

Dida: O nosso plano de governo é voltado para diminuição de gastos. Por que? Porque a Prefeitura hoje possui muitos aluguéis, muitas salas alugadas, carros, telefones. O que acontece quando se tem muitas despesas desnecessárias? Gasta-se muito e não sobra dinheiro para saúde, para remédios. Nós queremos trazer todas as estruturas para dentro da Prefeitura. Nós temos uma câmara antiga, que está lá, praticamente sem nada. Nós vamos reformar a câmara antiga no segundo piso da Prefeitura, queremos revitalizar toda a administração para que se crie um espaço para cada secretaria. Ela tem o tamanho suficiente para o tamanho da máquina que nós queremos implantar.

Alexandre Melo: O Senhor falar em revitalizar todo o perímetro urbano da cidade. É uma obra ousada, mas necessária. De onde virão os recursos? Por onde o senhor pretende começar essa revitalização?

Dida: A revitalização do centro da cidade não é um sonho, é uma realidade que nós comerciantes, empresários da linha praia e da lingerie, precisamos. Por que nós precisamos muito dessa revitalização? Porque nós dependemos do turismo de compras, a cidade vive disso. Essa revitalização é importantíssima. Os recursos nós temos garantidos através do BRDE e do Badesc. Nós vamos ter capacidade de endividamento. A ideia é fazer um projeto e captar recursos através do Badesc e BRDE ou até mesmo do BNDES e com alguma ajuda dos empresários, com alguma parceria do governo do estado, pois sabemos que o governo fará a revitalização da Rodovia Jorge Lacerda. Vamos atrás, para eles incluírem esse compromisso que nós temos com Ilhota.

Giovanni Ramos: O candidato propõe resgatar e apoiar o evento Ilhota Fashion Week, que já foi bancado pela prefeitura. De que forma o senhor pretende fazer isso?

Dida: A nossa ideia é aumentar o espaço que nós temos no nosso ginásio de esportes. Até porque nós precisamos trazer a Fashion Week de volta e fazê-la de seis em seis meses. Precisamos de grandes eventos em Ilhota. A cidade necessita. No último sábado (10) nós tivemos um evento em Ilhota que foi um sucesso. E através desses eventos que nós queremos trazer para a nossa cidade pessoas de fora para comprar. Está no plano de governo: no mínimo uma vez por mês faremos eventos desta natureza.

Alexandre Melo: Na educação, o candidato pretende dotar as escolas de internet rápida, além de implantar o sistema de contraturno. De onde virão os recursos? De que forma irá funcionar esse sistema de contraturno?

Dida: Como vamos fazer a coisa acontecer? Enxugando a máquina, diminuindo os gastos públicos e fazendo com que os gastos públicos sejam direcionados para quem precisa. A educação de qualidade virá nos cortes de gastos. Nós deixaremos de contratar carros alugados e outros gastos e aí sim, sobrará dinheiro para contratarmos professores para aulas de violão, música, entre outros.

Artigo extraído do portal do Jornal Metas assinado por Giovanni Ramos.

Capa do Diarinho desse final de semana publica matéria com resultado de pesquisa em Ilhota

Diarinho, Jornal Diarinho, Eleições, Eleições 2016, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

O jornal Diarinho que não tem circulação periódica na cidade, foi a sensação desse sábado, onde divulgou o resultado de uma pesquisa de intensão de votos para as eleições de 2016 ao cargo de prefeito. Muitas fotos do tabloide circulou nas mídias sociais, mas não encontrei um ponto de vendas para comprar o periódico, nem sou sou assinante do jornal, por isso, não tive acesso ao conteúdo. O que li, foi das imagens que retratam a matéria de capa do jornal.

Bem, a pesquisa que foi publicada no Jornal Diário do Litoral, em 17/09/2016, foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral – TSE, sob o registro SC-05907/2016. Até o momento que publiquei esse post a página do TSE que aborda sobre a consulta às pesquisas registradas estava fora do ar. Assim que restabelecer a conexão voltar, irei consultar sobre a metodologia.

Mas, sobre a pesquisa, não acredito que aquele resultado reflete a atual situação dos eleitores da cidade. Há muita contradição nos resultados, porém o partido tem que justificar que o candidato Dida esteja mesmo na frente, com essa larga vantagem, afinal, como havia comentado num post anterior, ele está há muito tempo na estrada seria natural sua liderança na intensão de votos. Acredito que o verdadeiro resultado seja um empate técnico, e um grande número de indeciso.

Sim! Imagino que deve haver um grande números de indecisos até o momento e isso pode favorecer o candidato do 11. Essa gente pode descarregar no novo ao invés no senhor do 15 que todo mundo já sabe quem ele é. Não quer dizer que o novo seja a mudança e nem a salvação, mas há um diferença no candidato velho.

Lembro que o candidato da coligação #CompromissoComOFuturo está na rua há quase 3 anos e todo mundo já sabe que ele seria (e é) o candidato e mesmo assim, ainda tem gente que está com dúvida de votar nele? Vale apena lembrar aos amigos que o candidato da coligação #AvanteIlhota é candidato há poucas semanas.

Postei alguma coisa em meu Twitter que foi redirecionado no Facebook.

Seria isso!

Conheça o novo e-Democracia, que mudou para melhor!

Democracia, e-Democracia, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

O portal e-Democracia que você conhece está ficando bem diferente. Depois de uma série de aprimoramentos, lançamos uma atualização do Wikilegis e da nossa ferramenta de fóruns, que agora se chama Expressão. Hoje entramos em uma nova fase, em que todos os conteúdos do portal serão disponibilizados de maneira integrada em uma interface inovadora, mais amigável e intuitiva. No novo e-Democracia você poderá selecionar os temas que mais te interessam e a nossa plataforma se encarregará de notificar você sempre que uma nova discussão sobre esses assuntos for criada no Expressão ou um novo projeto de lei for disponibilizado no Wikilegis. Você também continuará participando das Audiências Públicas Interativas, que te dão a oportunidade de assistir todos os debates políticos e interagir com os seus representantes. Esperamos com tudo isso que você tenha uma experiência de participação cada vez mais interessante, empolgante e efetiva no processo legislativo da Câmara dos Deputados.

A proposta do e-Democracia é, por meio da Internet, incentivar a participação da sociedade no debate de temas importantes para o país. Acreditamos que o envolvimento dos cidadãos na discussão de novas propostas de lei contribui para a formulação de políticas públicas mais realistas e implantáveis.

Democracia, e-Democracia, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツO Portal e-Democracia, desenvolvido pela Câmara dos Deputados, é dividido em dois grandes espaços de participação: as Comunidades Legislativas e o Espaço Livre. No primeiro, você pode participar de debates de temas específicos, normalmente, relacionados a projetos de lei já existentes. Essas Comunidades oferecem diferentes instrumentos de participação e, ainda, orientações quanto ao andamento da matéria no Congresso Nacional. Já no Espaço Livre, você mesmo pode definir o tema da discussão e ser o grande motivador dela. O debate será acompanhado pela equipe e-Democracia e pode vir a se tornar uma Comunidade Legislativa.

Os parlamentares envolvidos com a matéria acompanham as discussões e as consideram para auxiliar suas decisões. Por isso sua participação faz diferença!

App e-Democracia Mobile. Baixe o aplicativo na  Google Play Store.

América Latina lidera assassinatos de defensores de direitos humanos no mundo

América Latina, Anistia Internacional, Direitos Humanos, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

Anistia InternacionalEm março deste ano, a ativista ambiental e defensora dos direitos humanos de Honduras,Berta Cárceres foi brutalmente assassinada na porta de sua casa. Berta, assim como Nelson Garcia – outro ativista ambiental hondurenho – e muitos outros homens e mulheres são mortos diariamente por lutarem pelos seus direitos.

E o pior: na maioria das vezes, apesar de denúncias e ameaças, estes crimes não são investigados e os envolvidos escapam facilmente da justiça. Precisamos de você para mudar este cenário de violência e impunidade.  Assine a petição!

De acordo com uma pesquisa recente realizada pela Global Witness, Honduras e a Guatemala têm as duas maiores taxas de assassinatos de ativistas ambientais per capita. Dos 185 assassinatos de defensores de direitos humanos  que trabalhavam em questões relacionadas à terra, ao território ou ao meio ambiente registrados em todo o mundo, 122 ocorreram na América Latina!

Este dado espantoso refere-se ao último ano e mostra que a América Latina é extremamente perigosa para quem defende a terra com seu próprio sangue. Pedimos justiça para Berta e para todos os outros ativistas que, assim como ela é, perdem a vida por defenderem os direitos humanos.

O temor está mantido e com razão! Os familiares de Berta Cáceres estão correndo perigo, os membros de COPINH e outras organizações também estão em perigo, devido a ameaças constantes e o fato de que até agora ninguém foi punido.

Pouco antes de ser assassinada, Berta disse “não nos resta outro caminho, senão lutar”.Este crime não pode ficar impune. Assine a petição! Conto contigo na luta pelo direito à vida, pelos direitos humanos. Seguimos!

Abaixo-assinado, Dialison Cleber Vitti, Dialison Cleber, Dialison Vitti, Dialison, Cleber Vitti, Vitti, #DialisonCleberVitti, @dcvitti, dcvitti, #blogdodcvitti, Ilhota, 2015, Newsletter, Feed

Quem autorizou incluir o Ilhota Rock Festival no plano de governo?

Plano de governo, coligaçãcao, compromisso com o futuro, Dialison, Dialison Cleber, Dialison Cleber Vitti, DialisonCleberVitti, Dialison Vitti, Dialison Ilhota, Cleber Vitti, Vitti, dcvitti, @dcvitti, #dcvitti, #DialisonCleberVitti, #blogdodcvitti, blogdodcvitti, blog do dcvitti, Ilhota, Newsletter, Feed, 2016, ツ

A terça-feira foi meia quente na cidade de Ilhota, talvez o início da verdadeira campanha eleitoral, aquela que nós estamos acostumado a ter por aqui. Bate-boca e mimimis na internet foram a tônica desse 19º dia que antecedem a votação. O que deu pano pra manga, foi minha postagem ao qual compartilhe em meu perfil no Facebook.

Mas vamos ao assunto desse post!

Quando falo que o plano de governo do Dida, aquele do PMDB, candidato do 15, lider da coligação #CompromissoComOFuturo é uma mentira, de fato é sim um mentira bem mentirosa. Sabe por que? Porque foi um plano discutido e criado por algumas pessoas que não representando nenhum setor ou organismo sociais. Criaram um plano para dizer que tem e justificar a Justiça Eleitoral suas diretrizes de governo, ações que ficarão somente no papel, porque quem planeja a administração são os contadores.

Então eu me pergunto, quem autorizou a incluir o Ilhota Rock Festival nesse plano?

Certa vez conversei com o meu amigo Rafael Weiss, meu #champs do mundo alternativo, o que ele estava fazendo tanto aqui pela cidade e me disse que estava na campanha do Dida. Me disse que rolou umas 7r3745 comigo e o partido e que o pessoal do manda brasa estava discutindo o plano de governo deles e estava pra incluir o Ilhota Rock Festival no projeto. Pedi pra ele não envolver isso no programa, pois não foi discutido com o nosso coletivo, mas de forma ditatorial, eles resolveram de forma arbitrária em publicar sem nenhuma consulta.

O Ilhota Rock Festival não é de um partido nem pertence a prefeitura e ainda, utilizaram um verbo inapropriado para destacar o tópico. Não consegui engolir aquilo quando aquilo. O Ilhota Rock faz parte de um movimento onde sou apenas um braço.

Conversei com quase todos os membros do grupo e ninguém (até agora) foi consultado sobre incluir o IRF no plano da coligação.

Na campanha do Lucas, em 2012, nós fizemos parte de forma modesta da campanha e não incluímos na proposta dele do festival para que não alimentasse o ódio e a divisão do grupo que fazia parte do movimento, pois nem todos estavam com o PMDB, até por que o projeto não é político.

Ai eu te pergunto #champs, você que lê, quando foi que envolveram o nosso coletivo no debate de elaboração desse plano? Vocês não conversaram com a gente, não querem diálogo conosco, mas conversaram com algum de nós? O grupo foi consultado? Não! Forçam um apoio que não existe. Nos castigam em seus forunzinho e nos grupos fechados do WhatsApp, falam mal da gente, nos ridicularizam nas mídias sociais mas usam nossas ideias para se promover. Isso é muito lindo❤ Parabéns! Estão promovendo um golpe bunitinho.

Eu conheço um pouco das entrelinhas da política aqui em #Ilhota. Não vou denegrir a imagem de ninguém, mas isso, o que o candidato Dida fez no seu plano incluir algo de que ele quer distância é muita injustiça, mas quero que saibam de uma coisa… quando criamos o Ilhota Rock Festival o vice prefeito era do Dida. Pergunta pra ele se nos apoiou naquela primeira edição lá em 2003, pergunta? Aproveita e questiona o todo poderoso do 15 do apoio que aquela administração deu para o festival, pergunta? Nem diálogo teve, nada, nenhum apoio. Engraçado que agora ele quer envolver o projeto, nossas ideias a sua imagem. Isso é injusto, nada democrático.

Aproveito pra lembrar meus leitores e seguidores que um dos articuladores da campanha do Dida hoje era o prefeito da época. Nós não ganhamos nada. Depois que não eram mais políticos, nem o Betinho, nem o Dida, como empresários, contribuíram com o festival.

Por isso digo que esse plano é uma mentira.

O único que apoiou o projeto foi o Ademar. Ele bancou a ideia e foi durante o período dele as melhores edições do festival.

Por falta de diálogo, o Daniel, durante a sua gestão, respeitou o grupo e não usufruiu de seu poder em realizar o festival por conta própria. Isso prova que todos devem ter um elo, um canal para que possamos envolver todos os organismos em prol do desenvolvimento social da cidade. Isso não é o que acontece com aqueles que querem o poder a todo custo. Reconhecemos o esforço de Miro Santos, como secretário na gestão do prefeito Daniel, que promoveu ensaiar uma aproximação, fez contato em tentar reativar o Ilhota Rock. Não deu!

Por fim… se a coligação for vitoriosa e o Dida ganhar como prefeito, a administração virá conversar com a gente sobre o festival? Terá diálogo com esses setores ou irão dará um golpe igual ao que o Michel Temer deu?

Vivemos num meio cercado de corruptos e gananciosos, envolta de uma grande mentira, numa grande farsa. Falo e comento por ai que o interesse dos candidatos é apenas ganhar, ganhar e ganhar. Só isso!Estão sedentos pelo poder. Não importa o que está escrito em seus planos de governo, nada daquilo será implementado. A única coisa que farão quando eleitos e empossados é vingar-se dos opositores. Todo mundo quer lucrar com a política e iludir seus simpatizantes, militantes e eleitores.

É assim há mais de 50 anos e sempre será.